Skip to content

Stickers Versus Textura, qual é a melhor solução?

terça-feira, 16 novembro, 2010

Parede na cor sombra da noite (30bb 021/056), da marca Coral acrílica e Stickers: Scottish terrier e Doves II (kits vendidos separadamente). Foto: Iara Venanzi.

Tenho notado em muitas casas, uma crescente presença de texturas (ou grafiato). Parece até uma tendência, tantos são os ambientes que tenho visto decorados com essa técnica. Até mesmo na sala onde tenho aulas de yoga, lá estava eu, literalmente cercada por elas, nas quatro paredes!

Nada tenho contra o uso dessas texturas, mas me incomoda a falta de critério na sua utilização e aplicação.  Trata-se de um artifício mais indicado a áreas externas, portanto prefira paredes lisas dentro de casa e destaque-as usando e abusando dos STICKERS, papéis de parede, quadros e espelhos, pois sua conservação e limpeza é muito mais prática e deixam o ambiente sofisticado.

Entretanto, para quem realmente deseja usar a textura ou grafiato, vamos as principais dicas:

– Nada pior para destacar uma parede texturizada, que uma cor mal escolhida.  O que era para deixar o ambiente com um destaque bacana, vira um filme de terror. Fuja das cores alaranjadas, mostardas, ou qualquer outro tom que dê a impressão de descuido ou que lembre uma parede suja. Prefira cores tranquilas e claras. Faça o teste primeiro num pedaço da parede e verifique o resultado de acordo com o tipo de iluminação (natural ou artificial) utilizada. A luz é muito importante, pois poderá deixar o ambiente mais sombrio ou alegre;

– O tipo de textura escolhida pode interferir também na segurança. Evite a qualquer custo as do tipo arenoso em áreas de tráfego intenso, onde sejam praticadas atividades físicas ou salão de jogos, pois qualquer descuido seu ou de seu  filho garantirá um joelho ou outra parte do corpo  ralada e dolorida, falo por experiência própria! Prefira texturas de superfície aveludada ou lisa, para evitar transtornos;

– Problemas estruturais devem ser corrigidos antes da aplicação. Nunca utilize como justificativa uma parede mofada ou com infiltração para utilizar texturas na ilusão de assim esconder o problema, pois nada segurará uma parede com tais avarias. Primeiro elimine o problema para depois escolher o que será aplicado;

– Nada vai “tapar” erros crassos na parede como imperfeições mantidas durante anos. Na verdade só irão evidenciar ainda mais. A parede torta continuará sendo torta.

– Texturas podem ser aplicadas em paredes sem acabamento (massa corrida), mas exigem mão de obra qualificada, para evitar que o produto descole com o tempo ou que o resultado final não agrade. Procure contratar um profissional com referências.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: